Governista deixa eleição no Haiti, diz senador

PORTO PRÍNCIPE

, O Estado de S.Paulo

26 de janeiro de 2011 | 00h00

O candidato governista na eleição presidencial haitiana, Jude Celestin, aceitou ontem retirar-se da disputa. A informação foi revelada por um senador do mesmo partido de Celestin, o Inité.

Inicialmente, o órgão eleitoral haitiano determinou que o candidato governista tinha sido o segundo mais votado no primeiro turno. Mas uma comissão da Organização dos Estados Americanos (OEA), incumbida de avaliar graves acusações de fraude na votação, concluiu que Celestin acabou em terceiro e, portanto, ficaria fora do segundo turno.

Em seu lugar, o cantor Michel Martelly disputaria a presidência com a ex-primeira-dama Mirlande Manigat. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.