Governo aceita acolher imigrantes resgatados

A Itália concordou em aceitar 140 africanos resgatados na ilha de Lampedusa, encerrando um impasse de quatro dias com Malta. A princípio, Roma esperava que o governo maltês assumisse os refugiados, mas o chanceler italiano, Franco Frattini, decidiu acolher os imigrantes por razões humanitárias. Ele frisou, contudo, que se tratava de um caso isolado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.