Governo afegão comemora renúncia de Musharraf

A renúncia do presidente do Paquistão, Pervez Musharraf, terá impacto positivo sobre o Afeganistão, segundo porta-voz do ministério afegão de Interior, Zemeri Bashary. De acordo com Bashary, Musharraf era um aliado dos Estados Unidos "somente em palavras, mas não em atos". Bashary disse ainda que Musharraf não era bom para o Afeganistão, e voltou a acusar os serviços secretos paquistaneses de participação em ataques ocorridos em solo afegão. Por sua vez, Sultan Ahmed Baheen, porta-voz da chancelaria afegã, manifestou a esperança de que a renúncia de Musharraf fortaleça a democracia tanto no Paquistão quanto no Afeganistão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.