Governo afegão diz ter matado 19 rebeldes em combates

Mais de 2.500 pessoas, a maioria militantes, morreram em incidentes relacionados à insurgência neste ano

Agência Estado e Associated Press,

15 de julho de 2008 | 12h25

Sete rebeldes foram mortos em uma operação militar no leste do Afeganistão, informou nesta terça-feira, 15, o Ministério da Defesa local. A área é a mesma em que militantes atacaram um posto militar dos Estados Unidos no domingo, matando nove soldados norte-americanos. Em outro incidente, tropas afegãs mataram 12 insurgentes no oeste da capital, Cabul, apontou o ministério em comunicado.   A rebelião, comandada pelo Taleban, parece se intensificar apesar da maior presença de tropas estrangeiras no país desde a invasão liderada pelos EUA, que derrubou o regime linha-dura em 2001.Mais de 2.500 pessoas, a maioria militantes, morreram em incidentes relacionados à insurgência neste ano, de acordo com um levantamento baseado em dados do governo afegão e funcionários ocidentais.   O Afeganistão apontou na segunda o serviço de inteligência e o Exército do Paquistão como responsáveis pela insurgência liderada pelo Taleban. Cabul descreveu as forças de segurança paquistanesas como "os principais produtores mundiais de terrorismo e extremismo". O Paquistão negou qualquer problema e acusou o Afeganistão de provocar uma "crise artificial" na relação bilateral.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistãoviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.