Governo alemão confirma negociação para troca de prisioneiros

O ministro do Interior da Alemanha, o democrata-cristão Wolfgang Schäuble, confirmou que seu país está atuando como mediador nas negociações para uma troca de presos entre Israel e o grupo xiita Hezbollah no Líbano. "Sim, estamos envolvidos no caso dos soldados israelenses", limitou-se a dizer Schäuble, alegando razões de segurança, esta semana, durante a sua viagem aos Estados Unidos, revelou neste sábado a revista alemã Der Spiegel.É a primeira vez que um membro do governo alemão confirmaoficialmente o papel de mediador no intercâmbio de prisioneirosentre Israel e o Hezbollah.Os soldados israelenses Eldad Regev e Ehud Goldwasser, ambosuniversitários e reservistas, foram capturados pelo Hezbollah em 12 dejulho quando patrulhavam junto à fronteira com o Líbano, emterritório israelense, e, desde então, estão em local desconhecido. O seqüestro foi uma das causas da guerra entre Israel e a guerrilha, que durou 34 dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.