Governo americano teve dez chances de detectar o 11/9

O relatório definitivo da comissão que investiga os atentados de 11 de setembro de 2001 detalha dez oportunidades perdidas pelos governos George W. Bush e Bill Clinton para detectar os ataques letais, mas a comissão evita afirmar abertamente que os atos terroristas poderiam ter sido prevenidos, disseram autoridades governamentais e outras pessoas a par do documento ao jornal The Washington Post.O relatório será divulgado publicamente amanhã. O periódico americano informa que o documento traz uma lista de dez "oportunidades operacionais" perdidas pelo governo americano e nas quais teria sido possível de descobrir a trama do 11 de setembro. A informação foi repassada ao jornal por um alto funcionário do governo que já leu o documento. Seis dos incidentes relacionados ocorreram durante o governo Bush e quatro durante a gestão de Clinton, disse a autoridade ao Post.O relatório de quase 600 páginas reconhece que várias das oportunidades eram de aproveitamento improvável e que outras teriam exigido sorte para que se alterasse o resultado, segundo as fontes ouvidas pelo jornal e que pediram para não ser identificadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.