Andrew Testa/The New York Times
Andrew Testa/The New York Times

Governo brasileiro condena ataque em Londres

Ministério das Relações Exteriores manifestou solidariedade ao povo do Reino Unido; segundo o governo, não há brasileiros entre as vítimas

O Estado de S.Paulo

22 de março de 2017 | 18h12
Atualizado 22 de março de 2017 | 20h26

O governo brasileiro condenou o ataque em Londres que deixou quatro mortos, além do autor da ação terrorista, e pelo menos 40 feridos nesta quarta-feira, 22, nas proximidades do Parlamento britânico. 

Em nota, o Ministério das Relações Exteriores manifestou solidariedade aos familiares e amigos das vítimas, ao povo e ao governo do Reino Unido.

Segundo o comunicado oficial do governo brasileiro, não há registros de brasileiros entre as vítimas do ataque. 



O ataque. Um homem armado com facas e dirigindo um carro semeou o pânico nesta quarta-feira, 22, nas imediações do Parlamento Britânico, obrigando os parlamentares a se esconder e os turistas a fugir apavorados.

O agressor atropelou um grupo de pessoas na ponte de Westminster antes de bater com seu carro contra as grades do Parlamento, apunhalar um agente da Polícia e ser abatido pelos disparos das forças de segurança, depois de matar três pessoas e ferir 20.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.