Governo brasileiro oferece US$ 10 mi em ajuda ao Haiti

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinou a liberação de US$ 10 milhões para o Haiti e de 14 toneladas de alimentos. Ainda nesta manhã, um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) levará o ministro da Defesa, Nelson Jobim, e o embaixador do Brasil no Haiti, Igor Kipman, para Belém, até receberem autorização de pouso em Porto Príncipe, capital do Haiti.

LEONENCIO NOSSA E VANNILDO MENDES, Agencia Estado

13 de janeiro de 2010 | 11h11

O governo brasileiro também está reforçando a Embaixada do Brasil na República Dominicana, país vizinho, para dar assistência aos brasileiros.

O Brasil mantém desde 2004 uma tropa de cerca de 1.300 homens e coordena missão de paz da Organização das Nações Unidas (ONU).

Jobim embarcará na Base Aérea de Brasília acompanhado também do comandante do Exército, general Enzo Martins Peri, e de outros oficiais.

A delegação, segundo a Assessoria do Ministério da Defesa, definirá também as providências que o governo do Brasil tomará para atender os brasileiros vítimas do terremoto e para ajudar o governo do Haiti nas ações de socorro à população em geral.

Devido às más condições da pista do Aeroporto do Haiti, o avião usado será de pequeno porte, que parte nesta manhã da Base Aérea de Brasília, segundo informações do Itamaraty.

Tudo o que sabemos sobre:
HaititerremotoajudaNelson Jobim

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.