Governo britânico anuncia corte de 100 mil empregos

O governo britânico anuncia que vai cortar mais de 100 mil empregos públicos nos próximos três anos. O ministro da Economia britânico, Gordon Brown, afirmou que o dinheiro poupado será gasto em educação, saúde, defesa, habitação e ajuda a outros países.No Executivo (ministérios etc.), 84.150 dos atuais 465.700 postos de trabalho deverão ser cortados. Os sindicatos previram uma "carnificina" nos serviços públicos e alertaram para possíveis greves.Brown também anunciou que pretende diminuir as faltas e as licenças médicas sem atestado entre os funcionários públicos. Além da redução da mão-de-obra, os departamentos do governo terão que vender 30 bilhões de libras (R$ 169,5 bilhões) em prédios e outros ativos nos próximos anos."Posso dizer que é um processo doloroso. Lamentamos o fato de que pessoas vão perder seus empregos. Vamos ajudá-las a conseguir outros", disse o ministro em discurso no Parlamento britânico.Segundo Brown, os cortes, junto com outras medidas, representarão uma economia de 21,5 bilhões de libras (R$ 121,5 bilhões) ao ano nos serviços públicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.