Governo britânico apresenta dura legislação de imigração

O governo britânico introduziu uma dura legislação que proíbe imigrantes que vivem ilegalmente no país de abrirem contas bancárias. Além disso, o novo conjunto de leis dificulta recursos contra deportação e exige que os proprietários de imóveis verifiquem o status de imigração dos inquilinos.

AE, Agência Estado

10 de outubro de 2013 | 08h12

O projeto de lei tem sido denunciado por advogados e ativistas de direitos humanos.

A imigração é uma questão política complexa no Reino Unido, dada a taxa de desemprego do país e vários problemas com deportação de pessoas conhecidas. A ministra do Interior Theresa May e o primeiro-ministro David Cameron querem reduzir a migração de pessoas vindas de países não europeus, dos 176 mil no ano passado, para menos de 100 mil antes da próxima eleição em 2015.

O ministro da Imigração Mark Harper disse na quinta-feira que o novo projeto de lei vai proibir que migrantes que utilizem os serviços públicos a que não têm direito e reduzirá os fatores que incentivam as pessoas a irem para o Reino Unido. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
reino unidoimigração

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.