Governo búlgaro sobrevive a moção de censura

O governo da Bulgária sobreviveu nesta quarta-feira a uma moção de censura apresentada pela oposição. O voto de desconfiança foi rejeitado com 116 votos contra, 93 a favor e oito abstenções.

AE, Agência Estado

12 de fevereiro de 2014 | 17h09

A oposição responsabiliza o governo pelo aumento do fluxo de refugiados - a maioria vinda da Síria - e pela elevação dos índices de criminalidade no país.

Esta foi a terceira moção de censura derrotada pelo governo do primeiro-ministro Plamen Oresharski desde maio, quando sua coalizão de esquerda tomou posse na Bulgária. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Bulgáriapolíticamoçãocensura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.