Governo canadense combaterá projeto de legalização da maconha

O novo primeiro-ministro do Canadá, Stephen Harper, do Partido Conservador, disse nesta segunda-feira que a cidade de Ottawa não irá reintroduzir a lei que legaliza a posse de pequenas quantidades de maconha. Esta lei foi projetada pelo governo anterior, do Partido Liberal e, em discurso feito para a Associação de Policiais Canadenses sobre sua política de crimes, Harper disse que irá descartá-la quando o novo parlamento tomar posse.A lei, que alarmou oficiais de justiça no Canadá e nos Estados Unidos, foi rejeitada pela Casa dos Comuns (Câmara Baixa do parlamento), assim que o Partido Liberal perdeu as eleições de janeiro. Harper, que é o primeiro conservador a assumir o governo em 13 anos, disse à associação que lutar contra a criminalidade é um dos seus principais objetivos, e que cumprirá sua promessa de adotar sentenças mais duras contra crimes relacionados a drogas e armas."Este governo irá enviar uma forte mensagem para os criminosos: se você comete um crime grave, você cumprirá uma longa pena", prometeu Harper.O premier também prometeu combater a pornografia infantil e melhorar o banco de dados nacional de mostras de DNA, para facilitar a busca de criminosos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.