Governo cingalês anuncia morte de 70 rebeldes tâmeis

Exército recruta mais 50 mil soldados para tentar eliminar guerrilha no leste do país

Agencia Estado

21 Junho 2007 | 13h07

O Ministério da Defesa do Sri Lanka anunciou nesta quarta-feira, 20, a morte de cerca de 40 membros da guerrilha tâmil durante uma batalha naval nos mares do norte da ilha e de outros 30 num outro confronto, no distrito de Baticaloa, no leste. Segundo um comunicado oficial, a Marinha, com apoio da Força Aérea, destruiu ou danificou pelo menos 20 embarcações dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE) na terça-feira à noite, em águas do distrito de Jaffna. "A Marinha suspeita que 40 marinheiros dos LTTE podem ter morrido no combate", disse o comunicado. As autoridades do Sri Lanka disseram ter interceptado comunicações dos tâmeis pedindo ajuda e reforços, com relatórios de muitas baixas. Os LTTE não confirmaram nem desmentiram oficialmente o combate. Mas pescadores da área disseram ter visto mais de 20 embarcações tâmeis buscando refúgio, informou o site Tamilnet, ligado aos rebeldes. Segundo a versão rebelde, os botes tâmeis dispararam contra uma expedição cingalesa que tentou adentrar em águas controladas pelos LTTE. Mais tarde, o Exército lançou fogo de artilharia durante quatro horas. O Ministério da Defesa anunciou ainda que recebeu "relatórios" sobre a descoberta de 30 corpos perto das florestas de Thopigala, uma das últimas fortificações dos LTTE no leste do país. Os combates entre forças governamentais e os rebeldes separatistas aconteceram na terça-feira, como preparação, segundo uma fonte militar, de uma ofensiva do Exército no leste. O governo anunciou o recrutamento de mais 50 mil soldados, com a esperança de eliminar a guerrilha tâmil na região. No norte, onde controlam cerca de 60% do território, os tâmeis mantêm praticamente intactos seus redutos, depois de mais de 20 anos de guerrilha.

Mais conteúdo sobre:
Sri Lanka tâmil LTTE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.