AFP PHOTO/Marcelo SALINAS
AFP PHOTO/Marcelo SALINAS

Governo da Colômbia investiga sequestro de militar em área rural

Segundo denúncia feita por pai do soldado Jesús Rojas Delgado, ele foi capturado em uma aldeia da cidade de San Vicente del Caguán quando estava de folga

O Estado de S. Paulo

04 de dezembro de 2015 | 12h48

BOGOTÁ - Um soldado colombiano foi sequestrado em uma região rural do município de San Vicente del Caguán, no sul da Colômbia, aparentemente pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), informaram na quinta-feira fontes militares.

O sequestro foi cometido "em fatos que são matéria de investigação" por supostos membros do Bloco Sul das Farc, guerrilha que há três anos negocia a paz com o governo e mantém, desde 20 de julho, um cessar-fogo unilateral, segundo um comunicado do Exército colombiano.

O soldado, identificado como Jesús Rojas Delgado foi sequestrado quando se encontrava de folga, um crime que foi denunciado por seu pai à Procuradoria Geral da Colômbia.

O sequestro aconteceu na aldeia de Las Damas, na zona rural de San Vicente del Caguán, para onde Rojas se dirigia, acrescentou a informação. As autoridades militares e regionais ativaram os "protocolos de busca urgentes" para determinar a veracidade dos fatos.

O cessar-fogo unilateral das Farc foi respondido pelo presidente colombiano, Juan Manuel Santos, com o fim dos bombardeios contra acampamentos da guerrilha.

Com a redução dos enfrentamentos, a violência na Colômbia relacionada com o conflito armado também caiu para seu nível mais baixo em 40 anos, segundo relatórios do Centro de Recursos para a Análise de Conflitos. / EFE

Tudo o que sabemos sobre:
ColômbiaFarc

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.