Governo da Eslovênia cai e Parlamento elege novo líder

O governo do primeiro-ministro da Eslovênia, Janez Jansa, caiu hoje, após receber um voto de não confiança do Parlamento. A votação teve 55 votos favoráveis e 33 contrários para substituir Jansa por Alenka Bratusek, líder do maior partido de oposição, que vai atuar como primeira-ministra interina.

AE, Agência Estado

27 de fevereiro de 2013 | 22h18

A Eslovênia representa apenas 0,4% do PIB da zona do euro, mas o país passa por uma grave crise e se precisar de um resgate internacional isso pode alimentar os temores de que os líderes do bloco não conseguiram conter a crise da dívida na região.

Bratusek, que será a primeira premiê mulher da Eslovênia, terá 15 dias para formar um governo e obter aprovação do Parlamento. Se não houver acordo, devem ser convocadas eleições antecipadas. Originalmente as próximas eleições aconteceriam somente no fim de 2015. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Eslovêniapolíticagovernoqueda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.