Governo da Itália propõe corte de 5 bilhões de euros

Entre as medidas de austeridade que o primeiro-ministro da Itália, Mario Monti, apresenta ao seu gabinete de ministros neste domingo, está um corte de 5 bilhões de euros nos repasses do governo italiano às províncias, regiões e municípios, informou a agência Ansa, ao citar o ministro para as Relações com o Parlamento, Piero Giarda. Segundo ele, 1,4 bilhão de euros será cortado às prefeituras e 500 milhões de euros, às províncias. O objetivo das medidas é reduzir o déficit do governo em 24 bilhões de euros em 2012. As informações são da agência Ansa.

ANDRÉ LACHINI, Agência Estado

04 de dezembro de 2011 | 15h22

Tudo o que sabemos sobre:
Itáliacorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.