Governo da Malásia bane líder da oposição

A coalizão de governo da Malásia venceu uma votação parlamentar para banir da cena política o seu arquirrival Anwar Ibrahim por seis meses. Anwar foi acusado de ter feito falsos comunicados na câmara baixa do Parlamento, ligando as políticas do governo de maioria muçulmana a Israel.

AE, Agência Estado

16 de dezembro de 2010 | 15h23

Anwar disse que uma campanha do governo para promover a unidade multirracial na Malásia foi inspirada na campanha eleitoral israelense de 1999. O tema é sensível na Malásia, onde os malaios muçulmanos formam metade da população e o restante é composto por minorias chinesas e hindus. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Malásiabanimentolíderoposição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.