Governo de Cristina Kirchner sofre segundo revés na Justiça em dois dias

Dois juízes federais emitiram ontem liminares contra uma lei da reforma da Justiça, elaborada pelo governo de Cristina Kirchner, que estipulava a eleição popular para o Conselho da Magistratura, órgão responsável pela escolha dos juízes. Na quinta-feira, a Assembleia Legislativa do Distrito Federal aprovou uma lei que protege - na capital - empresas de mídia e jornalistas contra a censura. Ela também diz que não podem ser confiscadas ou expropriadas ações de empresas de meios de comunicação. Os analistas destacam que a medida tende a ser derrubada em nível nacional, mas serve ao menos para desencorajar planos do governo de intervir no Grupo Clarín. / ARIEL PALACIOS

O Estado de S.Paulo

01 Junho 2013 | 02h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.