Governo de Israel oferece dinheiro para população deixar a fronteira

O governo israelense está oferecendo dinheiro a cerca de 17.000 cidadãos para que eles abandonem a zona de fronteira com o Líbano por vários dias, informou nesta terça-feira o secretário de gabinete, Israel Maimon.Ao fazer o anúncio, o secretário evitou usar a palavra "evacuação", dizendo que foi sugerido aos habitantes o abandono da área de guerra durante um período de recuperação, que duraria vários dias. O governo, segundo Maimon, arcaria com os gastos de estada em outros locais.Até agora, muitos israelenses já abandonaram a zona de conflito por determinação e conta próprias. Em ambos os lados da fronteira entre Israel e Líbano as condições de vida se tornaram muito difíceis.No lado israelense, os abrigos subterrâneos estão saturados, mas muitos cidadãos não dispõem de meios econômicos para abandonar a região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.