Governo de Israel também discute funeral de Arafat

O gabinete de ministros do governo israelense deverá realizar uma reunião extraordinária para discutir os preparativos para o funeral do presidente da Autoridade Nacional Palestina, Yasser Arafat, que se encontra em condição crítica num hospital de Paris. Lideranças palestinas dizem que querem vê-lo sepultado em sua base da Cisjordânia, na qual Arafat esteve confinado por Israel nos últimos três anos. Israel já havia declarado que preferiria um funeral da Faixa de Gaza, mas representantes do setor de segurança israelense disseram que, a princípio, não deve haver objeções a um sepultamento da Cisjordânia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.