Governo de Manila inicia retirada de 30 mil filipinos do Líbano

Funcionários da Embaixada das Filipinas no Líbano iniciaram hoje uma operação para a retirada de aproximadamente 30 mil filipinos que trabalham no país árabe, informaram fontes oficiais.Porta-vozes do Ministério de Exteriores informaram à rádio "DZMM" que um grupo de filipinos já foi levado para uma Igreja Católica no Líbano e lá permanecerão até que a saída definitiva do país seja segura.A fonte acrescentou que a retirada dos cidadãos filipinos que desejam abandonar Líbano acontecerá assim que o enviado especial do Governo das Filipinas no Oriente Médio, Roy Cimatu, chegar ao país.O Governo filipino coordena a evacuação junto com escritórios da ONU e com o Escritório Oficial de Imigração do Líbano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.