Governo de Sharon resiste; Mofaz é confirmado

O governo do primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, resistiu, nesta segunda-feira, a três moções de desconfiança no Parlamento. O Legislativo israelense também aprovou a indicação de Shaul Mofaz para o cargo de ministro da Defesa. A indicação de Mofaz causou críticas entre as diversas frentes políticas do país pelo fato de ele ter ocupado até quatro meses atrás o cargo de o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas israelenses.O Exército deveria ser separado da política e a rápida transição de Mofaz deixou os parlamentares desconfortáveis. "Esta indicação é inaceitável e não precisamos aprová-la", disse Yossi Sarid, líder do partido pacifista Meretz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.