Governo detém centenas de ativistas

As autoridades paquistanesas proibiram protestos e detiveram centenas de ativistas da oposição ontem, um dia antes de uma programada marcha na capital, Islamabad, contra o governo. A repressão ameaça reduzir ainda mais o apoio ao governo do presidente Asif Ali Zardari, eleito há um ano, que enfrenta militantes na fronteira com o Afeganistão. Os ativistas pressionam pela volta ao cargo do chefe da Suprema Corte, afastado em 2007.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.