Governo do Irã diz que se opõe à pena imposta a Panahi

O governo iraniano é contrário à sentença imposta contra o renomado cineasta Jafar Panahi, que cumpre pena de seis anos de prisão, informou hoje um jornal do país, citando um alto funcionário. Além da pena na cadeia, Panahi foi proibido de realizar filmes ou deixar o país por 20 anos.

AE, Agência Estado

19 de janeiro de 2011 | 14h29

"É o Judiciário que aprovou essa sentença e esta não é a posição do governo e do presidente", afirmou Esfandiar Rahim Mashaie, chefe-de-gabinete do escritório do presidente Mahmoud Ahmadinejad. "Nós não aprovamos que Jafar Panahi não possa trabalhar por um longo tempo por causa da sua sentença", disse Mashaie, segundo o jornal reformista Shargh. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
IrãcineastaJafar Panahi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.