Governo do Sri Lanka e rebeldes retomam diálogo de paz

Em 25 de janeiro deste ano, após meses de negociações com mediadores noruegueses, o governo do Sri Lanka e rebeldes dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE) concordaram em reiniciar as conversações de paz, marcadas para os dias 22 e 23 de fevereiro, num encontro que acontecerá em Genebra.Desde a assinatura do acordo de paz no Sri Lanka, em 22 de fevereiro de 2002, até 4 de fevereiro deste ano, os rebeldes dos LTTE (na sigla em inglês) cometeram 5.464 violações da trégua, asseguram fontes oficiais. Segundo a imprensa local, 174 membros das forças de segurança e 388 civis morreram em diferentes ataques nesse período. Também foram registradas 117 tentativas frustradas de assassinato, que deixaram 875 pessoas feridas.O conflito étnico e a guerra civil iniciada pelo LTTE em 1983 causaram a morte de aproximadamente 65.000 pessoas no Sri Lanka. Os rebeldes tâmeis lutam pela criação de um Estado para sua etnia neste país, de minoria na ilha com exceção das regiões norte e leste, sob seu controle.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.