NYT
NYT

Governo dos EUA anuncia sanções adicionais ao Irã

Departamento do Tesouro afirma que o Irã deve interromper seu programa nuclear

estadão.com.br,

12 de julho de 2012 | 14h51

WASHINGTON - O Departamento do Tesouro do governo dos EUA anunciou nesta quinta-feira, 12, novas sanções contra o Irã, em função do programa nuclear e da rede de proliferação de mísseis balísticos do país. O governo norte-americano também identificou diversas empresas e bancos iranianos, para evitar que as sanções sejam dribladas.

Veja também:

link EUA aumentam forças no Golfo Pérsico em recado para o Irã

link Irã diz que pode destruir bases dos EUA 'minutos após ataque'

forum CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

Segundo o Tesouro, a intenção é aumentar a pressão sobre o Irã e obrigar o país a se sentar na mesa de negociação para resolver os temores do Ocidente com seu programa nuclear. "Atualmente o Irã está sob intensas pressões de sanções multilaterais, e nós vamos continuar a elevar a pressão enquanto o Irã se recusar a discutir os bem fundamentados receios da comunidade internacional sobre seu programa nuclear", afirmou em comunicado o Subsecretário de Terrorismo e Inteligência Financeira, David Cohen.

As novas sanções visam interromper os programas nuclear e de mísseis balísticos do Irã e "os esforços fraudulentos de usar companhias de fachada para vender e transportar seu petróleo", acrescentou Cohen. O Tesouro também informou que está nomeando várias empresas iranianas que tentaram driblar as sanções do Ocidente por meio de companhias de fachada.

Com Dow Jones

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.