NYT
NYT

Governo dos EUA anuncia sanções adicionais ao Irã

Departamento do Tesouro afirma que o Irã deve interromper seu programa nuclear

estadão.com.br,

12 de julho de 2012 | 14h51

WASHINGTON - O Departamento do Tesouro do governo dos EUA anunciou nesta quinta-feira, 12, novas sanções contra o Irã, em função do programa nuclear e da rede de proliferação de mísseis balísticos do país. O governo norte-americano também identificou diversas empresas e bancos iranianos, para evitar que as sanções sejam dribladas.

Veja também:

link EUA aumentam forças no Golfo Pérsico em recado para o Irã

link Irã diz que pode destruir bases dos EUA 'minutos após ataque'

forum CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

Segundo o Tesouro, a intenção é aumentar a pressão sobre o Irã e obrigar o país a se sentar na mesa de negociação para resolver os temores do Ocidente com seu programa nuclear. "Atualmente o Irã está sob intensas pressões de sanções multilaterais, e nós vamos continuar a elevar a pressão enquanto o Irã se recusar a discutir os bem fundamentados receios da comunidade internacional sobre seu programa nuclear", afirmou em comunicado o Subsecretário de Terrorismo e Inteligência Financeira, David Cohen.

As novas sanções visam interromper os programas nuclear e de mísseis balísticos do Irã e "os esforços fraudulentos de usar companhias de fachada para vender e transportar seu petróleo", acrescentou Cohen. O Tesouro também informou que está nomeando várias empresas iranianas que tentaram driblar as sanções do Ocidente por meio de companhias de fachada.

Com Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
EUAIrãsançõesprograma nuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.