Governo e Farc ainda divergem sobre agenda

O governo da Colômbia e as Farc expuseram no fim de semana novas diferenças sobre a agenda de negociações de paz iniciadas em Oslo. A guerrilha disse em comunicado emitido de Havana que, embora haja uma agenda definida, o acordo permite tratar de questões sociais e políticas que são "a causa do confronto". O governo quer excluir das conversas temas como reforma agrária. A próxima etapa da rodada de negociações será em Cuba dia 15.

O Estado de S.Paulo

29 de outubro de 2012 | 03h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.