Governo espanhol quer enviar mais tropas ao Afeganistão

O governo da Espanha concordou em enviar mais 220 soldados ao Afeganistão, elevando o total de militares espanhóis no país para aproximadamente mil. A medida segue para aprovação no Parlamento, que deve aprová-la. A vice-primeira-ministra Maria Teresa Fernandez de La Vega anunciou a decisão hoje, após uma reunião do gabinete.

AE-AP, Agencia Estado

11 de setembro de 2009 | 11h03

Segundo ela, a Espanha quer contribuir mais com a missão liderada pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) para levar a paz ao Afeganistão, em meio ao aumento de ataques do Taleban. Os Estados Unidos pedem aos aliados reforços.

A Espanha mantém tropas no Afeganistão desde 2002. Há hoje em dia 1.200 soldados no país, mas 450 deles foram enviados para garantir a segurança na eleição presidencial do mês passado, e devem voltar após a divulgação dos resultados finais.

Tudo o que sabemos sobre:
EspanhaAfeganistãosoldados

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.