Governo falha em negociações para evitar greve em Israel

A maratona de negociações entre o grupo dos trabalhadores e o governo de Israel falhou em evitar a greve nesta quarta-feira, 20, que acontece por conta de os funcionários não receberem seus salários há meses. Cada dia de paralisação custa milhões de dólares à economia do país.Centenas de milhares de trabalhadores israelenses lançaram uma greve geral que atingiu aeroportos, portos, estradas de ferro, escritórios do governo, bancos e muitos outros serviços.No entanto, os trabalhadores do aeroporto de Tel Aviv devem abrir uma exceção para que a seleção inglesa chegue ao país para jogar pela Euro 2008 no próximo sábado. Muitos meios de transportes do país estão paralisados. Viajantes estão presos nos aeroportos, cargas não saem dos portos e lixo se acumula nas calçadas. Escritórios do governo estão fechados. Um porta-voz do partido dos trabalhadores disse que cerca de 150 mil trabalhadores estão em greve.No momento, o governo e representantes do partido dos trabalhadores tentam, em Jerusalém, resolver o impasse para acabar com a greve geral.O partido dos trabalhadores anunciou, no entanto, que permitirá que a seleção da Inglaterra chegue ao país para jogar contra a seleção de Israel pela fase de classificação da Euro 2008. Além disso, juízes e representantes do campeonato também devem pousar no aeroporto de Tel Aviv com a permissão dos protestantes.O governo está otimista com que o jogo possa alavancar a economia local e inicie o fim da greve geral.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.