Governo fecha 4 rádios consideradas ilegais

O governo da Venezuela fechou no fim de semana quatro rádios do Estado de Monagas, cujo governador, José Gregorio Briceño, foi expulso recentemente do oficialista Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV). Uma das emissoras, consideradas "clandestinas", era de um irmão do governador, que qualificou a ação de "violenta".

O Estado de S.Paulo

04 de abril de 2012 | 03h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.