Governo filipino e guerrilha fazem trégua de Natal

O governo filipino e a guerrilha do Novo Exército do Povo declararam uma trégua nas hostilidades durante as festas natalinas, confirmou o governo da presidente Gloria Arroyo. A guerrilha havia anunciado no domingo um cessar-fogo de um mês - entre 15 de dezembro e 15 de janeiro - sob a condição de que o governo respeitasse a trégua. A presidente, por sua vez, decretou nesta segunda-feira um cessar-fogo, a partir de hoje até 6 de janeiro, na expectativa de que a trégua facilite o reinício das negociações de paz. A administração de Arroyo suspendeu as negociações com os rebeldes maoístas, que atuam no país há 32 anos, depois que o Novo Exército do Povo matou dois parlamentares em maio e junho deste ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.