Governo Fox sofre ataque da guerrilha

Na primeira ação armada desde que Vicente Fox assumiu a presidência do México, rebeldes fizeram disparos nesta quinta-feira à noite contra um posto policial no Estado de Guerrero, no sul do país. A ação, que não deixou vítimas, foi reivindicada pela autodenominada Coordenadora Guerrilheira José María Morelos, em um comunicado no qual o grupo anunciou sua formação a partir de outras três pequenas organizações rebeldes. Dos três grupos - o Exército Villista Revolucionário do Povo (EVRP), as Forças Armadas Revolucionárias do Povo (FARP) e o Comando Justiceiro 28 de Junho -, as FARP são as mais conhecidas, como um desmembramento do Exército Popular Revolucionário (ERP), surgido em 1996 em Guerrero. O ERP defende a "guerra de todo o povo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.