Governo francês apoia ministra que visitou a Tunísia

O governo francês deu seu "apoio total" à ministra das Relações Exteriores, Michele Alliot-Marie, que enfrenta acusações por ter visitado a Tunísia durante a revolução ocorrida no país. O presidente Nicolas Sarkozy também expressou seu suporte à chanceler.

AE, Agência Estado

16 de fevereiro de 2011 | 14h27

Alliot-Marie "tem o apoio total dos integrantes do governo", disse o porta-voz François Baroin aos jornalistas logo após uma reunião de gabinete, depois da divulgação de novas revelações sobre a visita de Alliot-Marie à Tunísia em dezembro.

Sua família admitiu ter comprado participação em uma empresa de um empresário amigo no final de dezembro, durante o levante que derrubou o presidente Zine El Abidine Ben Ali.

Em outro episódio, um auxiliar de Alliot-Marie admitiu, hoje, que a ministra havia conversado por telefone com Ben Ali, apesar das tentativas anteriores da ministra de minimizar sua relação com o regime. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
governoministraFrançaTunísia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.