Governo francês inicia fase de deportação de ciganos irregulares no país

IMIGRAÇÃO

, O Estado de S.Paulo

20 de agosto de 2010 | 00h00

O governo francês iniciou ontem a fase de expulsão de ciganos europeus que vivem de forma irregular no país. Nos aeroportos de Lyon e de Paris, cerca de 90 ciganos embarcaram em voos com destino à Romênia. Hoje, mais uma centena será expulsa da França. Até o fim do mês, 700 pessoas que estão sendo retiradas de 300 acampamentos ilegais devem ser deportadas. Paris insiste que a viagem é "voluntária" e garante que cada pessoa está recebendo 300 euros. ONGs, porém, afirmam que a história é outra e muitos dos que estão deixando a França porque não têm outra opção. O Palácio do Eliseu diz que a onda de imigração é uma evidência do fracasso da integração dos ciganos na Romênia e insiste que a União Europeia deve pagar por um programa de integração para essa população em seu país de origem. Já Bucareste pede um "plano europeu de integração", tentando dividir a responsabilidade sobre o futuro dos ciganos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.