PATRICK KOVARIK/AFP
PATRICK KOVARIK/AFP

Governo francês lança plano para promover o diálogo com muçulmanos

O ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve, propôs um plano de promoção do diálogo com a comunidade muçulmana francesa, que inclui o treinamento de imãs nas universidades.

Estadão Conteúdo

25 de fevereiro de 2015 | 11h05

O objetivo é promover um islã "fiel aos valores da República", informou Cazeneuve nesta quarta-feira, mantendo viva a tradição secular do país. De acordo com o ministro, a criação de uma nova representação vai auxiliar os líderes muçulmanos e as autoridades francesas a tratar em conjunto temas como segurança, prevenção da radicalização e manifestações islamofóbicas.

O treinamento nas universidades será obrigatório para clérigos muçulmanos que trabalham em prisões.

O plano surge em meio a uma tensão religiosa na França em decorrência dos ataques de extremistas islâmicos em Paris contra um mercado kosher e o jornal satírico Charlie Hebdo, em janeiro. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Françaislamismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.