Governo grego aplicará rigorosa lei contra cigarro

O governo socialista da Grécia irá aplicar a partir de amanhã uma nova lei contra o fumo, que proíbe fumar em locais públicos e também bane totalmente a propaganda do tabaco. Os transgressores serão multados em até 10 mil euros (US$ 12,7 mil) e também vão sofrer processos.

AE-AP, Agência Estado

31 de agosto de 2010 | 18h23

As duas leis gregas contra o fumo serão implantadas num país onde 42% da população maior de 15 anos de idade fuma, bem acima da média da União Europeia (UE), que é de 29%. Na Grécia, fumar inclusive era algo visto como um desprezo nacional saudável pelas regras. Mas o governo pensa que agora é a hora de acabar com o vício.

"A lei contribuirá para o trabalho que fazemos hoje, que tem como objetivo mudar atitudes, normas e comportamentos para melhorar nossa qualidade de vida e tornar nosso país viável, não apenas do ponto de vista econômico, como da vida diária", disse o primeiro-ministro da Grécia, George Papandreou.

Segundo ele, como o recente plano de austeridade econômica implantado pelo governo do país, a lei antifumo ajudará os gregos a considerarem as consequências das suas ações. A nova lei gerou protestos dos donos de bares e restaurantes, os quais afirmam que, numa época de recessão, a lei prejudicará ainda mais suas atividades.

Tudo o que sabemos sobre:
Gréciacigarroproibição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.