Governo iraquiano dá novo ultimato a rebeldes em Najaf

O governo provisório do Iraque deu um ultimato aos rebeldes xiitas refugiados na Cidade Velha de Najaf. O ministro da Defesa, Hazem Shaalan, disse que aos milicianos leais ao clérigo radical Muqtada al-Sadr restam apenas ?horas para que se rendam?. ?As horas decisivas se aproximam?, afirmou.Falando para tropas da Guarda Nacional iraquiana em Najaf, Shaalan disse que as forças do governo trabalham para isolar o santuário do Imã Ali, local mais sagrado do islamismo xiita e ocupado pelas forças de Al-Sadr, as Brigadas Mahdi.?Quando seus irmãos se aproximarem do santuário sagrado, eles farão apelos de misericórdia para que aqueles (os rebeldes) ser rendam?, disse o ministro. ?Eles têm horas para se render?. Shaalan acrescentou que se Al-Sadr se render, ?ele estará seguro e será respeitado. Mas se continuar a resistir, então não haverá opção para ele exceto morte ou prisão?.Perguntado se a operação para retomar o santuário ocorrerá ainda hoje, o ministro disse que ?se nossa paciência acabar, isso significará que a hora do plano militar é chegada?.Enquanto isso, helicópteros americanos e veículos de combate atacavam rebeldes posicionados no centro de Najaf. Os militantes respondiam ao fogo. O tenente Chris Kent, cuja unidade encontra-se a 300 metros do santuário, disse que os rebeldes, que antes combatiam por toda a Cidade Velha, agora parecem concentrados na vizinhança imediata da mesquita.Saiba quem é o líder da rebelião xiita no Iraque, Muqtada al-Sadr

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.