Governo japonês aprova extensão de missão militar no Iraque

O ministro de Relação Exteriores do Japão, Taro Aso, anunciou nesta sexta-feira, 30, que o gabinete de governo aprovou a extensão de dois anos de sua missão aérea no Iraque, após o término da atual missão, em 31 de julho.Tóquio tem dado suporte aéreo à ONU e à coalizão, além de transportar suprimentos para Bagdá e outras cidades iraquianas a partir do Kuwait desde o início do ano passado, como parte de seus esforços para auxiliar na reconstrução do Iraque.O gabinete do primeiro-ministro Shizon Abe espera obter a aprovação parlamentar para o projeto até o final de junho.O governo japonês apoiou a invasão americana no Iraque e forneceu soldados para missões humanitárias na cidade de Samawah (sul do país), desde o início de 2004.O país retirou suas tropas em terra do Iraque em julho do ano passado e desde então ampliou suas operações aéreas com base no Kuwait.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.