Governo japonês considera imposto para reconstrução, diz Nikkei

O governo japonês está considerando introduzir um imposto especial e emitir títulos especiais para ajudar a financiar a ajuda humanitária e a reconstrução após o terremoto e tsunami que devastaram o país nesse mês, informou o Nikkei nesta quinta-feira.

REUTERS

31 Março 2011 | 09h35

O governo está atualmente elaborando uma legislação que pede a criação de um imposto especial e títulos e a lei também inclui linguagem mais clara que permitiria ao governo solicitar ao Banco do Japão subscrever títulos do governo, disse o comunicado.

Sob a atual lei fiscal, o Banco do Japão pode subscrever diretamente as dívidas do governo apenas em circunstâncias especiais.

O imposto especial poderia ser estabelecido como um aumento no imposto corporativo ou no imposto sobre vendas, ou um aumento na taxa do imposto de renda, disse o Nikkei.

O governo pretende apresentar a proposta de lei ao Parlamento até o final de abril.

Tóquio estima que os danos materiais por conta do terremoto de magnitude 9,0 e tsunami devastador na costa nordeste do Japão poderia ultrapassar 300 bilhões de dólares, o que tornaria o desastre no mais caro já ocorrido no mundo.

O governo também pretende compilar diversos orçamentos adicionais para lidar com o desastre, mas o primeiro -- provavelmente a ser compilado até o final de abril -- terá como foco medidas urgentes como a retirada de escombros e a construção de casas temporárias.

(Reportagem de Rie Ishiguro)

Mais conteúdo sobre:
JAPAO IMPOSTO RECONSTRUCAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.