Governo liberta presos e acelera abertura

O governo de Mianmar anistiou ontem 514 prisioneiros. As informações iniciais são de que 424 dos libertados são presos políticos. A decisão representaria um passo importante no processo de abertura apoiado pela Casa Branca. A líder da oposição e ganhadora do Prêmio Nobel da Paz, Aung San Suu Kyi, está nos EUA. O presidente reformista de Mianmar, Thein Sein, chegará a Washington ainda este mês.

O Estado de S.Paulo

18 de setembro de 2012 | 03h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.