Governo Lula nega ter recebido informação de que Fidel tenha câncer

O Palácio do Planalto negou neste sábado, por meio de nota oficial, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tenha sido informado por autoridades cubanas de que o estado de saúde de Fidel Castro é pior do que se admite publicamente. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, integrantes do governo brasileiro trabalham com a informação de que Fidel tem um tumor maligno no abdome, num quadro de difícil recuperação. A notícia trouxe grande constrangimento a autoridades brasileiras e até tensão diplomática porque para Cuba a saúde de Fidel é considerada assunto de Estado.A preocupação é que uma inconfidência dessas, atribuída ao presidente brasileiro, que é considerado uma pessoa próxima de Fidel, pode soar como interferência naquele país e servir para acirrar disputas políticas e especulações. Por isso mesmo, tal divulgação deixou o presidente Lula "muito irritado", de acordo com auxiliares dele, por ele saber as conseqüências de tal fato para Cuba e os cubanos.O porta-voz da Presidência, André Singer, em nota oficial, afirma que "o presidente da República, que acompanha a situação de saúde do presidente cubano, por meio do Ministério das Relações Exteriores, em nenhum momento foi informado por autoridades cubanas, ou quaisquer outras, sobre o suposto diagnóstico".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.