Governo marroquino diz que célula terrorista cometeu atentados

O governo do Marrocos afirmou neste sábadoque uma célula composta de 14 terroristas, divididos em cincogrupos, cometeu os atentados em série, em Casablanca, a capitaleconômica do país, na noite ontem, que causaram a mortede 41 pessoas e ferimentos em 100. A informação foi divulgadapelo ministro do Interior, Mustafá Sahel, enquanto outra fontegovernamental anunciava que a polícia "deteve 27 muçulmanos porligação com os atentados". As autoridades não quiseram comentar informações quecircularam na capital do país, Rabat, sobre a descoberta deexplosivos durante as operações policiais em Casablanca, embusca dos responsáveis pelos ataques terroristas. Segundo essasinformações, três marroquinos foram presos, um deles suspeito deter escondido os explosivos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.