Governo Obama suspende processos em Guantánamo

Promotores dos EUA deverão solicitar aos juízes militares nesta quarta-feira a suspensão, por 120 dias, dos processos conduzidos perante as comissões militares da Base Naval de Guantánamo, a pedido do presidente Barack Obama. A solicitação consta de um documento revelado na noite de ontem pelos promotores e é uma das primeiras medidas do novo governo. "No interesse da justiça, e na direção do presidente dos EUA e do secretário de Defesa, o governo respeitosamente pede que a comissão militar conceda um prazo nos procedimentos do tribunal acima citado até 20 de maio de 2009", diz o documento. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.