Governo permitirá rádios e TVs privadas

O governo da Argélia anunciou reformas nas regras de mídia para permitir a existência de rádios e emissoras de TV privadas pela primeira vez na história do país, desde sua independência, em 1962. A medida busca acalmar os opositores e conter os protestos contra a falta de liberdades, as altas taxas de desemprego e as denúncias de corrupção. O país aprovou ainda planos para suspender as sentenças de jornalistas condenados por caluniar o governo. Novas licenças para a imprensa também foram prometidas.

, O Estado de S.Paulo

15 Setembro 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.