Governo peruano recebe autorização para reforma tributária

O Congresso peruano outorgou os poderes ao Governo do social-democrata Alan García para realizar reforma no Sistema Tributário num prazo de 90 dias.A medida foi aprovada por 56 votos a favor, 36 contra e nenhuma abstenção, após quatro horas de debate.O texto proíbe a criação de mais impostos, o aumento das atuais alíquotas e a taxação sobre as poupanças dos peruanos.A presidente do Congresso peruano, Mercedes Cabanillas, disse que a aprovação da lei "não tira do Congresso a função de fiscalizar o Governo".O objetivo, segundo Cabanillas, é aumentar a base tributária de 15% para 17%.A bancada do União pelo Peru, a Ação Popular e o partido Peru Possível votaram contra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.