Governo peruano suspende parcialmente estado de emergência

O governo peruano anunciou na noite desta quarta-feira o levantamento do estado de emergência, com exceção de três departamentos e uma província onde os distúrbios ainda continuam. Segundo o comunicado do governo, o estado de emergência só continuará em Junin, Ayacucho e Apuremac e na província A Convenção em Cusco, locais onde o grupo extremista Sendero Luminoso continua na ativa.Nesta quarta-feira, na região montanhosa de Ayacucho, um soldado peruano foi morto e outros dois ficaram feridos em uma emboscada do grupo extremista.O estado de emergência foi instaurado pelo presidente Alejandro Toledo em 27 de maio para controlar os protestos que tomaram conta do país. Agricultores, profissionais da saúde e professores da rede públicas reivindicavam melhores salários e condições de trabalho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.