Governo pode impor estado de exceção

O governo paquistanês não descarta a possibilidade de impor o estado de emergência no país por causa das ''''ameaças internas e externas'''' e da deterioração da segurança, disse ontem o ministro da Informação, Tariq Azim. Ele se referiu aos atentados de militantes na região fronteiriça com o Afeganistão e às declarações nos EUA sobre a possibilidade de uma ação militar contra a Al-Qaeda no Paquistão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.