Governo prende dois após naufrágio no Volga

A polícia da Rússia prendeu duas pessoas relacionadas ao naufrágio de um navio de turistas no qual mais de cem pessoas morreram. De acordo com as autoridades, o diretor da empresa que alugou o barco e um fiscal que liberou a embarcação foram detidos sob a acusação de fornecer serviços que não cumpriam padrões de segurança. Se condenados, eles podem pegar até 10 anos de prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.