Governo preocupado com brasileiros no Oriente Médio

O Itamaraty expressou preocupação com os cidadãos brasileiros no Oriente Médio, por causa do agravamento do conflito palestino-israelense e informou que suas representações diplomáticas em Tel-Aviv, Amã, Beirute, Cairo, Damasco e Cidade do Kuwait estabeleceram serviços consulares permanentes. Entre os brasileiros na zona de conflito estão o ativista do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra Mario Lill, no QG palestino em Ramallah, e o padre Marcos Koneski, na Basílica da Natividade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.