Governo proíbe acesso a área de Fukushima

O governo japonês anunciou ontem que está proibida a entrada na área a um raio de 20 quilômetros da usina nuclear de Fukushima. Segundo o porta-voz do governo, Yukio Edano, a medida passa a vigorar à meia-noite e tem como objetivo impedir a entrada na área sob risco de algum dos 80 mil moradores que foram retirados no mês passado, após o terremoto seguido de tsunami que afetou a usina nuclear de Fukushima e provocou vazamento de material radioativo. Ele não deu detalhes sobre punições para os que descumprirem as ordens.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.